https://developers.facebook.com/docs/sharing/domain-verification/verifying-your-domain#meta-tags
 

Guia do Líder

2º Dia - Restauração da Oração na Família

“Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta.” Lucas 11.9 Cresci num lar cristão. Todas as manhãs, depois de ler um texto bíblico e de um momento devocional, eu e cada um dos meus irmãos orávamos, seguidos por meus pais. Isso se repetia diariamente. Lembro-me de minha mãe orando comigo e me orientando a orar todas as noites antes de dormir. A oração passou a fazer parte da minha vida, assim como a ali mentação e outras disciplinas importantes. Por algum tempo a oração era mais um hábito, porém em algum momento passou a ser algo importante e natural sem o qual eu não podia mais me imaginar. A oração deixou de acontecer em certas famílias. A vida urbana dificulta essa prática. Perdemos a consciência da sua importância e do seu poder.

Estamos com agendas abarrotadas e não mantemos a rotina dos encontros familiares. A falta de oração em família trouxe graves prejuízos. Cada vez é maior o número de filhos de cristãos que não servem a Cristo. Eles não veem Deus respondendo às orações familiares e deixam de desenvolver uma fé consistente. Quando o apóstolo Paulo escreve para Timóteo, menciona o tipo de fé que Timóteo herdou de sua avó e de sua mãe: uma fé não fingida que é fruto de uma experiência sólida no relacionamento com Deus (2Tm 1.5). Hoje os pais se dedicam aos filhos de um modo diferente: cada vez mais famílias têm pai e mãe trabalhando para melhorar a renda familiar. Entretanto, o suprimento material não gera fé nem produz vida cristã, mesmo dando mais qualidade de vida a eles. Se o cansaço do trabalho e a agenda lotada tiram o tempo de convivência e oração da família, devem ser revistos. Não seria a oportunidade de orar por algo que Deus pode dar de forma sobrenatural? Não deveríamos ensinar os filhos a buscar em Deus a provisão, em vez de providenciarmos tudo por meio do trabalho? Em Lc 11.9, Jesus ensinou: “Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta”. Como levaremos nossos filhos a experimentar a providência divina se nunca lhes dermos a oportunidade de dependerem de Deus? Como desenvolveremos neles uma fé contagiante se a família não pratica a dependência por meio da oração e não experimenta os milagres divinos? Decida separar um tempo periodicamente para orar em família e dedique-se a fazê-lo fielmente! Bênçãos divinas fluirão para sua casa, e seu testemunho abençoará sua descendência! Leia Salmo 112.2


Oremos: 1) Para que haja oração em família. 2) Para que os pais deem exemplo de fé e oração aos filhos. 3) Pela conversão dos vizinhos, amigos e colegas de trabalho ou estudo. 4) Por três vizinhos não salvos. 5) Pelo retorno dos momentos devocionais em família.

Crianças em Oração:

Deus escuta a oração das crianças. Podemos falar com Ele em qualquer horário e sempre estará pronto a nos ouvir. Você precisa separar um tempinho do seu dia para falar com Ele. Vale a pena diminuir o tempo no celular, na televisão ou nos joguinhos para compartilhar com Deus o que está em seu coração. Ele quer ouvir você. Ore por sua família e pelas famílias da igreja; ore pelas pessoas que você conhece que ainda não têm Jesus no coração.




Leitura do Dia